"No Limiar do Jardim"

 

MARGS, 2019

Curadoria André Venzon

A exposição No Limiar do Jardim não pretende mostrar um percurso artístico ou uma trajetória de vida, mas a fronteira existente entre uma experiência vital, de uma vivência não acadêmica, e uma concepção artística que se afirma na consolidação de seu trabalho. Assim como é necessário retornar às origens para entender o processo, muitas vezes também é preciso desconstruir para entender o mecanismo da construção, a consciência do memento mori para a compreensão do sentido da vida. Como toda criação enseja uma mudança, uma identidade na qual tudo se repete e nada mais é o mesmo, com as mesmas características e significados, dessa forma também é o jardim, a ideia de retorno ao Éden, o lugar que nos originou e nos aguarda. 

Na mídia

Zero Hora 15.10.2019
Zero Hora 14.09.2019
Zero Hora 16.11.2019
Correio do Povo 14.10.2019
1/1